Red Hat Training

A Red Hat training course is available for RHEL 8

24.2. Criando o recurso de domínio virtual

Use o seguinte procedimento para criar um recurso VirtualDomain em um cluster para uma máquina virtual que você tenha criado anteriormente:

  1. Para criar o agente de recursos VirtualDomain para o gerenciamento da máquina virtual, a Pacemaker requer que o arquivo de configuração xml da máquina virtual seja despejado em um arquivo em disco. Por exemplo, se você criou uma máquina virtual chamada guest1, descarte o arquivo xml para um arquivo em algum lugar em um dos nós do cluster que será permitido executar o convidado. Você pode usar um nome de arquivo de sua escolha; este exemplo usa /etc/pacemaker/guest1.xml.

    # virsh dumpxml guest1 > /etc/pacemaker/guest1.xml
  2. Copie o arquivo de configuração da máquina virtual xml para todos os outros nós de cluster que poderão executar o convidado, no mesmo local em cada nó.
  3. Assegurar que todos os nós autorizados a executar o domínio virtual tenham acesso aos dispositivos de armazenamento necessários para esse domínio virtual.
  4. Testar separadamente que o domínio virtual pode iniciar e parar em cada nó que irá executar o domínio virtual.
  5. Se estiver funcionando, desligue o nó convidado. O marcapasso iniciará o nó quando ele estiver configurado no cluster. A máquina virtual não deve ser configurada para iniciar automaticamente quando o host iniciar.
  6. Configure o recurso VirtualDomain com o comando pcs resource create. Por exemplo, o seguinte comando configura um recurso VirtualDomain chamado VM. Como a opção allow-migrate está configurada para true a pcs move VM nodeX seria feito como uma migração ao vivo.

    Neste exemplo migration_transport está configurado para ssh. Observe que para que a migração SSH funcione corretamente, o registro sem chave deve funcionar entre nós.

    # pcs resource create VM VirtualDomain config=/etc/pacemaker/guest1.xml migration_transport=ssh meta allow-migrate=true