7.3. Problemas após a Instalação

7.3.1. Você não Consegue Inicializar com sua Placa RAID?

Se você executou a instalação e não consegue inicializar seu sistema corretamente, talvez precise reinstalar e particionar seu armazenamento de sistema de maneira diferente.
Alguns tipos de BIOS não suportam a inicialização a partir de placas RAID. Depois de concluir a instalação e reiniciar o sistema pela primeira vez, uma tela baseada em texto exibindo o prompt do carregador de inicialização (por exemplo, o grub>) e um cursor piscando pode ser tudo o que irá aparecer. Se este for o caso, você terá que reparticionar seu sistema e retirar a partição /boot e o carregador de inicialização fora do conjunto RAID. A partição /boot e o carregador de inicialização devem estar no mesmo drive.
Uma vez executadas estas alterações, você deve finalizar sua instalação e inicializar seu sistema corretamente. para mais informações sobre particionamento, veja Seção 6.10, “Destino da Instalação”.

7.3.2. Problemas com a Sequência de Inicialização Gráfica

Depois de concluir a instalação e reiniciar o sistema pela primeira vez, é possível que o sistema pare de responder durante a seqüência de inicialização gráfica, exigindo uma redefinição. Neste caso, o carregador de inicialização é exibido com sucesso, mas ao selecionar qualquer entrada e tentar inicializar o sistema resultará em uma interrupção. Isso geralmente significa um problema com a seqüência de inicialização gráfica; para resolver este problema, você deve desativar a inicialização gráfica. Para fazer isso, altere temporariamente a configuração durante a inicialização antes de mudá-la permanentemente.

Procedimento 7.4. Desabilitar Inicialização Gráfica Temporariamente

  1. Inicie seu computador e espere até que o menu do carregador de inicialização apareça. Se você definir o período do timeout do seu carregador de inicialização para 0, segure a tecla Esc para acessá-lo.
  2. Quando o menu do carregador de inicialização aparecer, use as teclas de cursor para realçar a entrada que você deseja inicializar e pressione a tecla e para editar as opções desta entrada.
  3. Na lista de opções, encontre a linha do kernel, ou seja, a linha que começa com a palavra-chave linux (ou, em alguns casos, linux16 ou linuxefi). Nesta linha, localize a opção rhgb e a exclua. A opção pode não ser imediatamente visível; use as teclas do cursor para se deslocar para cima e para baixo.
  4. Pressione F10 ou Ctrl+X para inicializar seu sistema com as opções editadas.
Se o sistema foi iniciado com êxito, você poderá se autenticar normalmente. Depois, você vai precisar desativar a inicialização gráfica permanentemente - caso contrário você terá que executar o procedimento anterior cada vez que o sistema for inicializado. Para alterar permanentemente as opções de inicialização, faça o seguinte:

Procedimento 7.5. Desabilite Inicialização Gráfica Permanentemente

  1. Autentique-se na conta de usuário root utilizando o comando su -:
    $ su -
  2. Abra o arquivo de configuração do /etc/default/grub utilizando um editor de texto simples como o vim.
  3. Dentro do arquivo grub localize a linha iniciando com GRUB_CMDLINE_LINUX. A linha deve se parecer com esta:
    GRUB_CMDLINE_LINUX="rd.lvm.lv=rhel/root rd.md=0 rd.dm=0 vconsole.keymap=us $([ -x /usr/sbin/rhcrashkernel-param ] && /usr/sbin/rhcrashkernel-param || :) rd.luks=0 vconsole.font=latarcyrheb-sun16 rd.lvm.lv=vg_rhel/swap rhgb quiet"
    
    Nesta linha remova a opção rhgb.
  4. Salve o arquivo da configuração editado.
  5. Atualize a configuração do gerenciador de inicialização, executando o seguinte comando:
    # grub2-mkconfig --output=/boot/grub2/grub.cfg
Depois de concluir este procedimento, você poderá reiniciar o computador. Red Hat Enterprise Linux não irá mais usar a sequência de inicialização gráfica. Se você deseja habilitar a inicialização gráfica, siga o mesmo procedimento, adicione a opção rhgb à linha GRUB_CMDLINE_LINUX no arquivo /etc/default/grub e atualize a configuração do carregador de inicialização novamente usando o grub2-mkconfig .
Veja Red Hat Enterprise Linux 7 System Administrator's Guide para obter mais informações sobre o carregador de inicialização do GRUB2.

7.3.3. Iniciando em Ambiente Gráfico

Se você houver instalado o X Window System , mas não estiver vendo um ambiente de desktop gráfico, uma vez que você entrar em seu sistema, você poderá iniciá-lo manualmente usando o startx . Note, entretanto, que esta é apenas uma correção e não altera o processo para autenticações futuras de registro.
Para configurar o sistema de modo que você possa entrar em uma tela de login gráfica, você deve alterar o alvo padrão systemd para graphical.target . Quando terminar, reinicie o computador. Você verá um prompt de login gráfico após a reinicialização do sistema.

Procedimento 7.6. Configurando um Login Gráfico como Padrão

  1. Abra uma janela de comandos. Se você estiver na sua conta de usuário, mude para root, digitando o comando su.
  2. Mude o alvo padrão para graphical.target. Para fazer isto, execute o seguinte comando:
    # systemctl set-default graphical.target
O login gráfico agora é ativado por padrão - você verá um prompt de login gráfico após a próxima reinicialização. Se você quiser reverter essa mudança e continuar usando o prompt de login baseado em texto, execute o seguinte comando como root :
# systemctl set-default multi-user.target
Para mais informações sobre os alvos em systemd, veja Red Hat Enterprise Linux 7 System Administrator's Guide.

7.3.4. Nenhuma Interface de Usuário Gráfica Presente

Se você estiver com problemas para que o X (o X Window System ) inicie, é possível que ele não tenha sido instalado. Alguns dos ambientes de base pré-definidos que podem ser selecionados durante a instalação, como Minimal install ou Web Server, não incluem uma interface gráfica, é necessário que sejam instalados manualmente .
Se você quiser X, você pode instalar os pacotes necessários depois. Veja o artigo de Base de Conhecimento em https://access.redhat.com/site/solutions/5238 para obter informações sobre como instalar um ambiente de desktop gráfico.

7.3.5. Travamento do servidor x após o log in de usuário

Se você está tendo problemas com o servidor X travando quando um usuário fizer um login, um ou mais de seus sistemas de arquivos podem estar cheios (ou quase cheios). Para verificar se esse é o problema que você está enfrentando, execute o seguinte comando:
$ df -h
O resultado irá ajudar a diagnosticar qual partição está cheia, na maioria dos casos o problema será na partição /home . Um exemplo de resultado do df pode ser semelhante ao seguinte:
Filesystem                                  Size  Used Avail Use% Mounted on
/dev/mapper/vg_rhel-root                     20G  6.0G   13G  32% /
devtmpfs                                    1.8G     0  1.8G   0% /dev
tmpfs                                       1.8G  2.7M  1.8G   1% /dev/shm
tmpfs                                       1.8G 1012K  1.8G   1% /run
tmpfs                                       1.8G     0  1.8G   0% /sys/fs/cgroup
tmpfs                                       1.8G  2.6M  1.8G   1% /tmp
/dev/sda1                                   976M  150M  760M  17% /boot
/dev/dm-4                                    90G   90G     0 100% /home
No exemplo acima, você poderá ver que a partição /home está cheia, o que provoca o travamento. Você pode criar algum espaço na partição removendo arquivos desnecessários. Depois de liberar algum espaço em disco, inicie X usando o startx .
Para informações adicionais sobre df e uma explicação das opções disponíveis (como o -h usado neste exemplo ), consulte a página man df(1) .

7.3.6. Sua memória RAM não está sendo reconhecida?

Em alguns casos, o kernel não reconhece toda a sua memória (RAM), o que faz com que o sistema use menos memória do que está instalado. Você pode descobrir quanto de memória RAM está sendo utilizado usando o comando free-m . Se o valor total apresentado de memória não corresponder as suas expectativas, é provável que pelo menos um dos seus módulos de memória está com defeito. Em sistemas baseados em BIOS, você pode usar o utilitário Memtest86 + para testar a memória do seu sistema - veja Seção 20.2.1, “Modo Teste de Carregamento de Memória (RAM)” para mais detalhes.

Nota

Algumas configurações de hardware têm uma parte da memória RAM do sistema reservada e não está disponível para o sistema principal. Notavelmente, os computadores portáteis com placas gráficas integradas irão reservar alguma memória para a GPU. Por exemplo, um computador portátil com 4 GB de RAM e uma placa gráfica integrada Intel irá mostrar apenas cerca de 3.7 GB de memória disponível.
Além disso, o mecanismo de despejo kdump do kernel de travamento, que é ativado por padrão na maioria dos sistemas Red  Hat Enterprise  Linux, reserva um pouco de memória para o kernel secundário utilizado no caso de o kernel principal falhar. Esta memória reservada também não será exibida como disponível ao usar o comando free. Para obter detalhes sobre kdump e seus requisitos de memória, consulte o Red Hat Enterprise Linux 7 Kernel Crash Dump Guide.
Se você tem certeza de que sua memória não tem qualquer problema, você pode tentar e definir a quantidade de memória manualmente usando o kernel mem = .

Procedimento 7.7. Configurando a Memória Manualmente

  1. Inicie seu computador e espere até que o menu do carregador de inicialização apareça. Se você definir o período do timeout do seu carregador de inicialização para 0, segure a tecla Esc para acessá-lo.
  2. Quando o menu do carregador de inicialização aparecer, use as teclas de cursor para realçar a entrada que você deseja inicializar e pressione a tecla e para editar as opções desta entrada.
  3. Na lista de opções, encontre a linha do kernel, ou seja, a linha que começa com a palavra chave linux ( ou em alguns casos, linux16). Adicione a seguinte opção ao final desta linha:
    mem=xxM
    
    Substitua xx pela quantidade de memória RAM que você tem, em megabytes.
  4. Pressione F10 ou Ctrl+X para inicializar seu sistema com as opções editadas.
  5. Aguarde o sistema iniciar e se autenticar. Em seguida, abra uma linha de comando e execute o free-m novamente. Se a quantia total de RAM exibida pelo comando corresponder às suas expectativas, acrescente o seguinte à linha que começa com GRUB_CMDLINE_LINUX no / etc / default / grub para fazer a mudança permanente :
    mem=xxM
    
    Substitua xx pela quantidade de memória RAM que você tem, em megabytes.
  6. Depois de atualizar o arquivo e salvá-lo, atualize a configuração do carregador de inicialização para que a mudança tenha efeito. Execute o seguinte comando com privilégios de root:
    # grub2-mkconfig --output=/boot/grub2/grub.cfg
Em /etc/default/grub, o exemplo acima se pareceria com o seguinte:
GRUB_TIMEOUT=5
GRUB_DISTRIBUTOR="$(sed 's, release.*$,,g' /etc/system-release)"
GRUB_DEFAULT=saved
GRUB_DISABLE_SUBMENU=true
GRUB_TERMINAL_OUTPUT="console"
GRUB_CMDLINE_LINUX="rd.lvm.lv=rhel/root vconsole.font=latarcyrheb-sun16 rd.lvm.lv=rhel/swap $([ -x /usr/sbin/rhcrashkernel.param ] && /usr/sbin/rhcrashkernel-param || :) vconsole.keymap=us rhgb quiet mem=1024M"
GRUB_DISABLE_RECOVERY="true"
Veja Red Hat Enterprise Linux 7 System Administrator's Guide para obter mais informações sobre o carregador de inicialização do GRUB2.

7.3.7. Seu sistema está exibindo erros 'Signal 11'?

Um erro signal 11, normalmente chamado de falha de segmentação, significa que um programa acessou uma localidade de memória que não foi atribuída a ele. Um erro signal 11 pode ocorrer devido a um erro em um dos programas instalados, ou devido a hardware defeituoso.
Se você receber um erro fatal signal 11 durante a instalação, certifique-se de que você está usando as imagens de instalação mais recentes, e deixe Anaconda verificá-los para se certificar que não estão corrompidos. Mídia de instalação ruins (como um disco ótico indevidamente gravado ou riscado) são uma causa comum de erros signal 11. É recomendado verificar a integridade da mídia de instalação antes de cada instalação.
Para obter informações sobre como obter a mídia de instalação mais recente, veja Capítulo 1, Baixando o Red Hat Enterprise Linux. Para executar uma verificação de mídia antes de iniciar a instalação, anexe a opção de inicialização rd.live.check no menu de inicialização. Veja Seção 20.2.2, “Verificando a Mídia de Inicialização” para mais detalhes.
Se você executou uma verificação de mídia sem erros e você ainda tiver problemas com falhas de segmentação, isso normalmente significa que o sistema encontrou um erro de hardware. Neste caso, o problema é mais provável que seja na memória do sistema (RAM). Isso pode ser um problema, mesmo que você tenha usado anteriormente um sistema operacional diferente no mesmo computador sem erros. Em sistemas baseados em BIOS, você pode usar o módulo de teste de memória Memtest86 + incluído na mídia de instalação para realizar um teste completo da memória do seu sistema. Veja Seção 20.2.1, “Modo Teste de Carregamento de Memória (RAM)” para mais detalhes.
Outras possíveis causas estão além do escopo deste documento. Consulte a documentação do fabricante do hardware e também veja o Red Hat Hardware Compatibility List, disponível online em https://hardware.redhat.com.