23.2. Como você executa uma instalação pelo Kickstart?

As instalações pelo kickstart podem ser executadas usando um DVD e um disco rígido locais, ou através do NFS, FTP ou HTTP, HTTPS.
Para usar o Kickstart, você deve:
  1. Criar um arquivo de Kickstart.
  2. Disponibilizar arquivo Kickstart em mídia removível, um drive rígido ou um local de rede.
  3. Criar mídia de inicialização, a qual será usada para iniciar a instalação.
  4. Disponibilizar a fonte de instalação.
  5. Iniciar a instalação Kickstart.
Este capítulo explica estes passos em detalhes.

23.2.1. Criando um Arquivo de Kickstart

O próprio arquivo de Kickstart é um arquivo de texto simples, contendo palavras-chave listadas em Seção 23.3, “Referência de Sintaxe do Kickstart”, que servem como indicações para a instalação. Qualquer editor de texto capaz de salvar arquivos como texto ASCII (como Gedit ou vim em sistemas Linux ou Notepad em sistemas Windows) pode ser usado para criar e editar arquivos de Kickstart.
A abordagem recomendada para a criação de arquivos de Kickstart é a realização de uma instalação manual em um sistema em primeiro lugar. Após a conclusão da instalação, todas as escolhas feitas no instalador são salvas em um arquivo chamado anaconda-ks.cfg , localizada no /root/ no sistema instalado. Você pode, então, copiar este arquivo, fazer as alterações que você precisa, e usar o arquivo de configuração resultante em mais instalações.

Importante

As versões anteriores do Red Hat Enterprise Linux também ofereciam uma ferramenta gráfica para criação e edição de arquivos de Kickstart. Esta ferramenta, chamada Kickstart Configurator (o pacote system-config-kickstart ), ainda está disponível no Red Hat Enterprise Linux 7. No entanto, não está em desenvolvimento mais e não reflete qualquer alteração na sintaxe do Kickstart entre Red Hat Enterprise Linux 6 e 7. Portando, o uso desta ferramenta não é recomendado.
Ao criar um arquivo do Kickstart, tenha em mente o seguinte:
  • As seções devem ser especificadas em ordem. Os itens das seções não precisam estar em uma ordem específica a não ser que isto seja especificado. A ordem das seções é:

    Importante

    As seções %packages, %pre e %post devem terminar em %end, caso contrário, o programa de instalação negará o arquivo do Kickstart.
  • Os itens não requisitados podem ser omitidos.
  • A omissão de quaisquer itens necessários resulta no programa de instalação pedindo que o usuário forneça a resposta ao item relacionado, da mesma forma que aconteceria durante uma instalação típica. Uma vez que a resposta seja fornecida, a instalação continua sem a necessidade de intervenção (pelo menos até que encontre algum outro item omitido).
  • As linhas começando com um sinal de cerquilha (também conhecido como número #) são tratadas como comentários e são ignoradas.

23.2.2. Verificando o arquivo Kickstart

Ao criar ou personalizar seu arquivo de Kickstart, deve-se verificar se ele é válido antes de tentar usá-lo em uma instalação. O Red  Hat Enterprise Linux 7 inclui o utilitário de linha de comando ksvalidator que pode ser usado para fazer isso. Esta ferramenta é uma parte do pacote pykickstart . Para instalar este pacote, execute o seguinte comando como usuário root:
# yum install pykickstart
Após instalar o pacote, você poderá validar um arquivo Kickstart utilizando o comando a seguir:
$ ksvalidator /path/to/kickstart.ks
Substitua o /path/to/kickstart.ks pelo caminho do arquivo Kickstart que você deseja verificar.
Para obter mais informações sobre esta ferramenta, veja a página man do ksvalidator(1).

Importante

Tenha em mente que a ferramenta de validação tem suas limitações. O arquivo de Kickstart pode ser muito complicado; ksvalidator pode verificar que a sintaxe está correta e que o arquivo não inclui opções obsoletas, mas não pode garantir que a instalação será bem sucedida. Ele também não tenta validar as seções %pre , %post e %packages do arquivo de Kickstart.

23.2.3. Disponibilizando um Arquivo de Kickstart

Um arquivo de Kickstart deve ser alocado em uma das localidades seguintes:
  • Na mídia móvel, tal como um DVD ou USB flash drive
  • Em um disco rígido conectado ao sistema de instalação.
  • Em um network share alcançável a partir de um sistema de instalação.
Normalmente, um arquivo de Kickstart é copiado para mídia removível ou um disco rígido, ou disponibilizado na rede. Colocar o arquivo em um local de rede complementa a abordagem usual das instalações do Kickstart, que também são baseadas em rede: o sistema é inicializado usando um servidor PXE, o arquivo de Kickstart é baixado a partir de um compartilhamento de rede e pacotes de software especificados no arquivo são baixados de repositórios remotos.
Disponibilizar o arquivo Kickstart e torná-lo acessível a partir do sistema de instalação, é exatamente o mesmo que disponibilizar a fonte de instalação, apenas com o arquivo Kickstart ao invés da imagem ISO ou árvore de instalação. Para os procedimentos completos, consulte Seção 2.3, “Preparando Fontes de Instalação”.

23.2.4. Disponibilizando a Fonte de Instalação

A instalação do Kickstart deve acessar uma fonte de instalação, a fim de instalar os pacotes necessários para o seu sistema. A fonte pode ser a imagem ISO de DVD de instalação do Red Hat Enterprise Linux completa ou uma árvore de instalação. Uma árvore de instalação é uma cópia do binário Red Hat Enterprise Linux DVD com a mesma estrutura de diretórios.
Se você estiver executando uma instalação baseada em DVD, insira o DVD de instalação do Red Hat Enterprise Linux no computador antes de iniciar a instalação do Kickstart. Consulte Seção 2.3.1, “Fonte de Instalação em um DVD” para obter informações sobre como usar um Red Hat Enterprise Linux DVD como fonte de instalação.
Se você estiver executando uma instalação a partir do disco rígido, (usando um disco rídigo ou um flash drive USB), certifique-se de que as imagens dos DVD de binários do Red Hat Enterprise Linux se encontram no disco rígido do computador. Veja Seção 2.3.2, “Fonte de Instalação em um Disco Rígido” para obter detalhes sobre como utilizar um disco rígido como uma fonte de instalação.
Se você estiver realizando uma instalação baseada em rede ( NFS, FTP, ou HTTP), disponibilize a árvore da instalação ou imagem ISO de DVD binário (dependendo do protocolo usado) em rede. Consulte Seção 2.3.3, “Fonte de Instalação em uma Rede” para instruções detalhadas.

23.2.5. Iniciando a Instalação Kickstart

Para iniciar uma instalação do Kickstart, uma opção de inicialização especial ( inst.ks = ) deve ser especificada durante a inicialização do sistema. A maneira exata para especificar a opção de inicialização é diferente da arquitetura do seu sistema - veja Capítulo 20, Opções de Inicialização para mais detalhes.
Sistemas AMD64 e Intel  64 e servidores IBM Power  Systems tem a capacidade de inicializar usando um servidor PXE. Quando você configurar o servidor PXE, você poderá adicionar a opção de inicialização no arquivo de configuração do gerenciador de inicialização que por sua vez permite que você inicie a instalação automaticamente. Usando essa abordagem, é possível automatizar a instalação por completo, incluindo o processo de inicialização. Para obter informações sobre como configurar um servidor PXE, consulte Capítulo 21, Preparando para uma instalação de Rede..
Os procedimentos nesta seção assumem que você já tenha um arquivo de Kickstart pronto em um local acessível a partir do sistema de instalação, bem como mídia de inicialização ou um servidor PXE, que pode ser usado para iniciar o sistema e iniciar a instalação. Os procedimentos servem como uma referência geral; algumas etapas serão diferentes baseadas na arquitetura do seu sistema, e nem todas as opções estão disponíveis em todas as arquiteturas (por exemplo, você não poderá usar a inicialização PXE no IBM System z).

23.2.5.1. Iniciando a Instalação Kickstart Manualmente

Esta seção explica como iniciar uma instalação Kickstart manualmente, o que significa que será necessária alguma interação do usuário (adicionando opções de inicialização na solicitação de boot:).

Procedimento 23.1. Iniciando a Instalação Kickstart Usando a Opção de Inicialização

  1. Inicializar o sistema usando a mídia local (um CD, DVD ou uma unidade flash USB). Para obter instruções específicas de arquitetura, veja:
  2. Na solicitação da inicialização, especifique as opções inst.ks= de inicialização e a localização do arquivo de Kickstart. Se o arquivo Kickstart estiver em um local de rede, você também deve configurar a rede usando o ip=. Em alguns casos, a opção inst.repo= também é necessária para acessar uma fonte de software a partir do qual os pacotes necessários serão instalados.
    Para mais detalhes sobre as opções de inicialização e sintáxe válida, veja Capítulo 20, Opções de Inicialização.
  3. Inicie a instalação, confirmando suas opções de inicialização adicionadas.
A instalação irá começar agora, usando as opções especificadas no arquivo de Kickstart. Se o arquivo Kickstart é válido e contém todos os comandos necessários, a instalação será totalmente automatizada.

23.2.5.2. Iniciando a Instalação Kickstart Automaticamente

O procedimento a seguir explica como automatizar completamente a instalação do Kickstart, usando um servidor PXE e um carregador de inicialização configurado corretamente. Se você seguir este procedimento, você só precisa ligar o sistema; nenhuma outra interação será exigida a partir daquele momento, até o término da instalação.

Nota

Instalações do PXE não estão disponíveis no IBM System z.

Procedimento 23.2. Iniciar a Instalação do Kickstart Editando a Configuração do Carregador de Inicialização

  1. Abra o arquivo de configuração do gerenciador de inicialização em seu servidor PXE, e adicione a opção de inicialização inst.ks= na linha apropriada. O nome do arquivo e sua sintaxe dependendo da arquitetura e hardware do seu sistema:
    • Em sistemas AMD64 e Intel 64 sistemas com BIOS, o nome do arquivo pode ser default ou com base no endereço IP do seu sistema. Neste caso, adicione os inst.ks= opção para a linha append na entrada da instalação. Uma linha de amostra append na entrada da configuração será semelhante ao seguinte:
      append initrd=initrd.img inst.ks=http://10.32.5.1/mnt/archive/RHEL-7/7.x/Server/x86_64/kickstarts/ks.cfg
      
    • Em sistemas AMD64 e Intel 64 com UEFI, o nome do arquivo será grub.cfg. Neste arquivo, anexe a opção inst.ks= à linha do kernel na entrada da instalação. Uma amostra de kernel no arquivo de configuração será semelhante à esta a seguir:
      kernel vmlinuz inst.ks=http://10.32.5.1/mnt/archive/RHEL-7/7.x/Server/x86_64/kickstarts/ks.cfg
      
    • Em servidores IBM Power Systems o arquivo será chamado de yaboot.conf. Neste arquivo, adicione a opção inst.ks= à linha append na entrada da instalação. Uma linha de amostra append na entrada da configuração será semelhante à esta a seguir:
      append="inst.ks=http://10.32.5.1/mnt/archive/RHEL-7/7.x/Server/x86_64/kickstarts/ks.cfg"
      
  2. Inicialize a instalação a partir do servidor PXE. Para obter instruções específicas de arquitetura, veja:
A instalação deve começar agora, usando as opções de instalação especificadas no arquivo de Kickstart. Se o arquivo Kickstart é válido e contém todos os comandos necessários, a instalação será totalmente automatizada.