Capítulo 7. Sistemas de Arquivos

Rebase do gfs2-utils para a versão 3.1.8

O pacote gfs2-utils foi rebaseado para a versão 3.1.8, a qual fornece importantes correções e diversos aprimoramentos:
* O desempenho dos utilitários fsck.gfs2, mkfs.gfs2 e gfs2_edit foi aprimorado.
* O utilitário fsck.gfs2 agora possui um desempenho melhor na verificação de diários, do jindex, dos números de série dos arquivos do sistema e dos valores 'meta' dos números de série.
* Os utilitários gfs2_jadd e gfs2_grow são agora programas separados, ao invés de symlinks para mkfs.gfs2.
* O conjunto de testes e as documentações relacionadas foram aprimoradas.
* O pacote não depende mais de Perl.

GFS2 impede os usuários de exceder as suas cotas

Anteriormente, o GFS2 verificava as violações de cotas somente após a conclusão das operações, o que podia resultar em usuários ou grupos excedendo as suas cotas alocadas. Este comportamento foi corrigido e o GFS2 agora prevê o número de blocos que uma operação alocaria e verifica se a alocação deles violaria as cotas. As operações que podem resultar em violações de cotas não são permitidas, assim os usuários nunca excedem as suas cotas alocadas.

Rebase do XFS para a versão 4.1

O XFS foi atualizado para a versão upstream 4.1, incluindo correções de erros secundários, refatoração, reformulação de certos mecanismos internos, tais como registro em log, contabilidade pcpu e novos bloqueios mmpa. Além das alterações upstream, esta atualização estende a função rename() para adicionar cross-rename (uma variante simétrica do rename()) e o manejo de whiteout.

Rebase do cifs para a versão 3.17

O módulo CIFS foi atualizado para a versão upstream 3.17, a qual fornece várias correções secundárias e novos recursos para o Bloco de Mensagens de Servidor (do inglês, Server Message Block) 2 e 3 (SMB2 e SMB3).

Alterações no NFS no Red Hat Enterprise Linux 7.2

O suporte ao fallocate permite a pré-alocação de arquivos no servidor. As extensões SEEK_HOLE e SEEK_DATA à função fseek() possibilitam localizar falhas e dados rapidamente e eficazmente. O Red Hat Enterprise Linux 7.2 também fornece suporte ao layout de arquivo flexível nos clientes NFSv4 descritos na seção de Apresentação Prévia de Tecnologia.