Capítulo 7. Virtualização

Número Máximo Aumentado de vCPUs em KVM

O número máximo de CPUs virtuais suportadas (vCPUs) em um convidado de KVM foi aumentada para 240. Isto aumenta a quantidade de unidades de processamento virtual que um usuário pode atribuir à um convidado, e portanto melhora seu potencial de desempenho .

Suporte de Instruções Novas do5th Generation Intel Core no QEMU, KVM, e libvirt API

Com o Red Hat Enterprise Linux 7.1, o suporte para os processadores 5th Generation Intel Core foi adicionado ao hipervisor QEMU, o código do kernel do KVM, e o API do libvirt. Isto permite que os convidados KVM usem as seguintes instruções e recursos: ADCX, ADOX, RDSFEED, PREFETCHW, e prevenção de acesso ao modo supervisor (SMAP).

Suporte de USB 3.0 para Convidados do KVM

Os recursos do Red Hat Enterprise Linux 7.1 melhoraram suporte ao USB adicionando a emulação do adaptador do host USB 3.0 (xHCI) como uma Amostra de Tecnologia.

Compressão para o comando dump-guest-memory

Com o Red Hat Enterprise Linux 7.1, o comando dump-guest-memory suporta a compressão de despejo de travamento. Isto o torna possível para os usuários que não podem usar o comando virsh dump para requerer menos espaço de hard drive para os despejos de travamento de convidado. Além disso, salvar o despejo de travamento do convidado comprimido geralmente leva menos tempo do que salvar um que não seja comprimido.

Firmware de Maquina Virtual aberta

O Open Virtual Machine Firmware (OVMF) está disponível como uma Amostra de Tecnologia em Red Hat Enterprise Linux 7.1. OVMF é um ambiente de inicialização segura UEFI para o AMD64 e convidados Intel 64.

Aprimoramento do Desempenho de Rede no Hyper-V

Diversos novos recursos do driver de rede Hyper-V são suportados para aumentar o desempenho de rede. Por exemplo, o Receive-Side Scaling, Large Send Offload, Scatter/Gather I/O agora são suportados, e a produtividade de rede é aumentada.

hypervfcopyd em hyperv-daemons

O daemon hypervfcopyd foi adicionado aos pacotes hyperv-daemons. O hypervfcopyd é uma implementação da funcionalidade do serviço de cópia de arquivo para o Linux Guest executado no host Hyper-V 2012 R2. Ele possibilita que o host copie um arquivo (sobre VMBUS) para o Linux Guest.

Novos Recursos no libguestfs

Red Hat Enterprise Linux 7.1 apresenta diversos novos recursos em libguestfs, um conjunto de ferramentas para acessar e modificar imagens de disco de máquinas virtuais.
New Tools
  • virt-builder — uma nova ferramenta para construir imagens de máquinas virtuais. Use o virt-builder para criar de forma rápida e segura convidados e padronizá-los.
  • virt-customize — uma nova ferramenta para padronizar imagens de disco de máquina virtual. Use o virt-customize para instalar pacotes, editar arquivos de configuração, executar scripts e definir senhas.
  • virt-diff — uma nova ferramenta para mostrar diferenças entre os sistemas de arquivo de duas máquinas virtuais. Use o virt-diff para descobrir facilmente quais arquivos foram modificados entre os snapshots.
  • virt-log — uma nova ferramenta para listar arquivos de log de convidados. A ferramenta virt-log suporta uma variedade de convidados incluindo o tradicional Linux, o Linux que utiliza a agenda, e o log de evento do Windows.
  • virt-v2v — Uma nova ferramenta para converter convidados de um hipervisor estrangeiro para ser executado em um KVM, gerenciado pelo libvirt, OpenStack, oVirt, Red Hat Enterprise Virtualization (RHEV), e diversos outros alvos. Atualmente, o virt-v2v pode converter o Red Hat Enterprise Linux e convidados Windows sendo executados em um Xen eVMware ESX.

Rastreamento de Gravador de Vôo

Support for flight recorder tracing has been introduced in Red Hat Enterprise Linux 7.1. Flight recorder tracing uses SystemTap to automatically capture qemu-kvm data as long as the guest machine is running. This provides an additional avenue for investigating qemu-kvm problems, more flexible than qemu-kvm core dumps.
Para instruções detalhadas sobre como configurar um rastreador de gravador de vôo, veja o Virtualization Deployment and Administration Guide.

RDMA-based Migration of Live Guests

The support for Remote Direct Memory Access (RDMA)-based migration has been added to libvirt. As a result, it is now possible to use the new rdma:// migration URI to request migration over RDMA, which allows for significantly shorter live migration of large guests. Note that prior to using RDMA-based migration, RDMA has to be configured and libvirt has to be set up to use it.