Capítulo 6. Kernel

Suporte para Dispositivos de Bloco Ceph

Os módulos libceph.ko e rbd.ko foram adicionados ao kernel Red Hat Enterprise Linux 7.1. Estes módulos de kernel RBD permitem que um host de LInux veja o dispositivo de bloco Ceph como uma entrada de dispositivo de disco comum, que pode ser montada em um diretório e formatada com um sistema de arquivo padrão, tal como XFS or ext4.
Note que o módulo CephFS, ceph.ko, não é suportado atualmente no Red Hat Enterprise Linux 7.1.

Atualizações de Flash MCL concorrentes

O upgrade do nível de microcódigo (MCL) são habilitados no Red Hat Enterprise Linux 7.1 na arquitetura do IBM System z. Estas atualizações podem ser aplicadas sem impactar as operações de E/S para a mídia de armazenamento flash e notificar usuários sobre o nível de serviço do hardware flash modificado.

Reparo Dinâmico do kernel

Red Hat Enterprise Linux 7.1 introduz kpatch, um "utilitário de reparo de kernel" dinâmico, como uma Amostra de Tecnologia. O utilitário kpatchpermite que usuários gerenciem uma coleção de reparos de kernel de binários que pode ser usada para reparar de forma dinâmica o kernel sem reinicializar. Note que kpatch é suportado para executar somente em um AMD64 e arquiteturas Intel 64.

Crashkernel com Mais de 1 CPU

Red Hat Enterprise Linux 7.1 habilita a inicialização do crashkernel com mais do que uma CPU. Esta função é suportada como uma Amostra de Tecnologia.

dm-era Target

Red Hat Enterprise Linux  7.1 apresenta o alvo do mapeador de dispositivo dm-era como uma Amostra de Tecnologia. O dm-er mantém contato com quais blocos foram gravados dentro de um período de tempo definido por usuário, chamado de uma "era". Cada instância de alvo da era mantém a era atual como um contador de 32 bits monotonicamente crescente. Este alvo permite o software de backup para rastrear quais blocos foram modificados desde o último backup. Ele também permite invalidação parcial do conteúdo de um cache para restaurar a coerência do cache após devolver à um snapshot de fabricante. O alvo dm-era deve primeiramente ser emparelhado com o alvo dm-cache.

Cisco VIC kernel Driver

O driver do kernel Cisco VIC Infiniband foi adicionado ao Red Hat Enterprise Linux 7.1 como amostra de tecnologia. Este driver permite o uso do Acesso de Memória de Diretório Remoto (RDMA)- como semânticas em arquiteturas do Cisco proprietárias.

Gerenciamento de Entropia Aprimorado no hwmg

O apoio do hardware paravirtualizado RNG (hwrng) para convidados Linux via virtio-RNG foi aprimorado no Red Hat Enterprise Linux 7.1. Anteriormente, o daemon rngd precisava ser iniciado dentro do convidado e direcionado para o pool de entropia do kernel convidado. Começando com a Red  Hat Enterprise  Linux 7.1, a etapa manual foi removida. Um novo grupo khwrngd busca a entropia a partir do dispositivo virtio-rng se a entropia convidada cair abaixo de um nível específico. Este processo transparente ajuda a todos os clientes Red Hat Enterprise Linux no uso dos benefícios de segurança aprimorada de ter o RNG hardware paravirtualizado fornecido pelos hosts do KVM.

Melhoria do Desempenho do Balanceamento de Carga do Agendador

Anteriormente, o código de balanceamento de carga do agendador equilibrava para todas as CPUs ociosas. No Red Hat Enterprise Linux 7.1, a carga ociosa equilibrando em nome de uma CPU ociosa é realizada apenas quando a CPU precisa de balanceamento de carga. Esse novo comportamento reduz a taxa de balanceamento de carga em CPUs não-ociosas e, portanto, a quantidade de trabalho desnecessário feito pelo programador, o que melhora o seu desempenho. .

Balanço do newidle aprimorado no Agendador

O comportamento do agendador foi modificado para parar de procurar por tarefas no código de balanço do newidle caso haja tarefas executáveis, o que leva a um melhor desempenho.

HugeTLB Suporta Alocação de Página do Huge de 1GB Por Nó

Red Hat Enterprise Linux 7.1 possui suporte adicionado para alocação de páginas gigantescas durante o runtime, o qual permite que o usuário de 1GB hugetlbfs especifique para qual Nó do Acesso de Memória Não Uniforme (NUMA) deve ser alocado o 1GB durante o runtime.

Mecanismo Novo de Bloqueamento baseado em MCS

Red Hat Enterprise Linux 7.1 introduz o novo mecanismo de bloqueio, o bloqueio MCS. Este novo mecanismo de bloqueio reduz o cabeçalho de spinlock em grandes sistemas, o qual torna o spinlocks geralmente mais eficiente no Red Hat Enterprise Linux 7.1.

Tamanho da Pilha de Processo foi aumentada de 8KB para 16KB

Iniciando com o Red Hat Enterprise Linux 7.1, o tamanho da pilha do processo do kernel foi aumentada de 8KB para 16KB para ajudar em processos grandes que utilizam o espaço da pilha.

Recursos do uprobe e uretprobe Habilitados em perf e systemtap

Com o Red Hat Enterprise Linux 7.1, os recursos uprobe e uretprobe funcionam bem com o comando perf e o script de systemtap.

Verificação de Consistência de Dados de Ponta à Ponta

Verificação de Consistência de Dados de Ponta à Ponta no IBM System z é totalmente suportado no Red Hat Enterprise Linux 7.1. Isto aumenta a integridade de dados e previne a corrupção de dados assim como perda de dados, de maneira mais eficaz.

DRBG em Sistemas de 32-Bit

Com o Red Hat Enterprise Linux 7.1, o gerador de bit aleatório determinístico (DRBG), foi atualizado para funcionar em sistemas de 32 bits.

Suporte para Tamanhos Grandes de Crashkernel

The Kdump kernel crash dumping mechanism on systems with large memory, that is up to the Red Hat Enterprise Linux 7.1 maximum memory supported limit of 6TB, has become fully supported in Red Hat Enterprise Linux 7.1.