2.4. Tickless Kernel

Em versões anteriores do Red Hat Enterprise Linux, o kernel utilizava um mecanismo baseado em tempo, que produzia continuamente uma interrupção de sistema. Durante cada interrupção, o sistema polled; ou seja, ele verificada para ver se havia algum trabalho a ser realizado.
Dependendo da configuração, esta interrupção de sistema ou timer tick ocorria diversas vezes por segundo. Isto acontecia a cada segundo, sem considerar a carga de trabalho do sistema. Em um sistema carregado de forma leve, isto impacta o consumo de energia, prevenindo o processador de utilizar os estados de suspensão de forma efetiva. O sistema utiliza o mínimo de energia quando está no estado de suspensão.
A forma mais efetiva de um sistema operar é funcionar o mais rápido possível, vá para o estado de suspensão mais profundo possível, e deixe-o suspenso durante o máximo de tempo possível. Para implementar isto, o Red Hat Enterprise Linux 6 utiliza um tickless kernel. Com isto, o relógio de interrupção foi removido do loop ocioso, transformando o Red Hat Enterprise Linux 6 em um ambiente liderado completamente pela interrupção.
O kernel tickless permite que o sistema vá para o estado de supensão profunda durante os horários em que se encontra em estado ocioso, e responde prontamente quando há algum trabalho a ser realizado.
Para maiores informações consulte o Guia de Gerenciamento de Energia, available from http://access.redhat.com/site/documentation/Red_Hat_Enterprise_Linux/.