7.3.2. O Sistema de Arquivo XFS

XFS é um sistema de arquivo de 64 bits, altamente escalável e robusto. Ele é baseado inteiramente em extensão, portanto ele suporta tamanhos bem grandes de arquivos e sistemas de arquivos. O número de arquivos que um sistema XFS pode suportar é limitado somente à disponibilidade de espaço no sistema de arquivo.
O XFS suporta agendamento de metadados, o qual facilita a recuperação de travamento rápida. Os sistemas de arquivo XFS também podem ser desfragmentados e expandidos enquanto são montados e ativados. Além disso, o Red Hat Enterprise Linux 6 suporta o backup e recperações de utlitários específicos ao XFS.
O XFS usa a alocação baseada em extensão, e apresenta um número de esquemas de alocação tais como alocação atrasada e pré-alocação explícita. A alocação baseada em extensão fornece um método de rastreamento de espaço utilizado em um sistema de arquivo mais compacto e eficiente, e aprimora o desempenho de arquivos grandes reduzindo a fragmentação e o espaço consumido pelo metadado. A alocação atrasada aprimora a chance que um arquivo terá de ser gravado em um grupo contíguo de blocos, reduzindo a fragmentação e aprimorando o desempenho. A pré-alocação pode ser usada para prevenir fragmentação de um modo geral em casos onde o aplicativo sabe a quantidade de dados que precisa para gravar antecipadamente.
O XFS fornece escalabilidade de E/S excelente, utilizando b-trees para indexar todos os dados de usuários e metadados. As contagens de objetos crescem a medida que todas as operações em índices herdam a escalabilidade de logarítimos de b-trees adjacentes. Algumas opções de ajuste de XFS em tempo mkfs variam em profundidade de b-trees, que modificam as características de escalabilidade de subsistemas diferentes.

7.3.2.1. Ajuste básico para XFS

Em geral, o formato do XFS padrão e opções de montagem para a maioria de cargas de trabalho são adequadas; a Red Hat recomenda que os valores padrão sejam utilizados a não ser em mudanças de configuração especificas esperadas para beneficiar a carga de trabalho do sistema de arquivo. Se o software RAID estiver em uso, o comando mkfs.xfs configura automaticamente a si próprio com a unidade de faixa correta e profundidade para alinhar com o hardware. Isto pode precisar ser configurado manualmente se o hardware RAID estiver em uso.
A opção de montagem inode64 é altamente recomendada para sistemas de arquivo em muli-terabyte, exceto onde o sistema de aquivo for exportado via NFS e clientes NFS de 32 bits de legacia, que requerem acesso ao sistema de arquivo.
A opção de montagem logbsize é recomendada para sistemas de arquivo que são modificados frequentemente, ou em intermitências. O valor padrão é de MAX (32 KB, unidade de faixa de log), e o tamanho máximo é 256 KB. O valor de 256 KB é recomendado para sistemas de arquivo que passam por modificações pesadas.