Red Hat Training

A Red Hat training course is available for Red Hat Linux

9.15.5. Esquema de Particionamento Recomendado

9.15.5.1. Sistemas x86, AMD64, e Intel 64

A não ser que você tenha uma razão para fazer diferentemente, nós recomendamos que você crie as seguintes partições para sistemas x86, AMD64, e Intel 64:
  • Uma partição swap
  • Uma partição /boot
  • Uma / partição
  • Uma partição home
  • Uma partição swap (pelo menos 256 MB) — partições swap são usadas para suportar a memória virtual. Em outras palavras, os dados são gravados numa partição swap quando não há memória RAM suficiente para armazenar os dados que seu sistema está porocessando.
    Nos utlimos anos, a quantia de espaço de swap recomendada aumentou com a quantia de RAM no sistema. Mas como a quantia de memória nos sistemas do modem aumentou em centenas de gigabytes, é agora reconhecido que a quantia de espaço swap que um sistem aprecisa é uma função da carga de trabalho da memória executando naquele sistema.
    O espaço swap geralmente é designado durante a instalação, mas determinar a carga de trabalho desta memória de um sistema neste ponto pode ser difícil. Durante a instalação do kickstart, você pode requisitar que a quantia do espaço swap seja definida automaticamente (consulte o Seção 32.4, “Opções do Kickstart”.)
    No entanto, esta configuração não é precisamente calibrada para seu sistema, portanto use a seguinte tabela, caso você precise que a quantia de espaço swap seja definida mais precisamente.

    Tabela 9.2. Espaço de Swap do Sistema Recomendado.

    Quantia de RAM no Sistema Quantia Recomendada de Espaço de Swap
    4GB de RAM ou menos um mínimo de 2GB de espaço de swap
    4GB até 16GB de RAM um mínimo de 4GB de espaço de swap
    16GB até 64GB de RAM um mínimo de 8GB de espaço swap
    64GB até 256GB de RAM um mínimo de 16GB de espaço swap.
    256GB até 512GB de RAM um mínimo de 32GB de espaço swap
    Observe que você pode obter um desempenho melhor distribuindo o espaço de swap sob os dispositivos de armazenamento múltiplos, particularmente em sistemas com drives rápidos, controllers e interfaces.
  • Uma partição /boot/ (250 MB)

    A partição montada em /boot/ contém o kernel do sistema operacional (o que permite que o seu sistema inicialize o Red Hat Enterprise Linux), assim como os arquivos usados durante o processo de bootstrap. Para a maioria dos usuários, uma partição de inicialização de 250 MB é suficiente.

    Importante

    O carregador de inicialização GRUB no Red Hat Enterprise Linux 6 suportam somente os sistemas de arquivos ext2, ext3 e ext4 (recomendado). Você não pode usar qualquer outro sistema de arquivo para o /boot, como o Btrfs, XFS ou VFAT.

    Nota

    Se o seu disco rígido tem mais de 1024 cilindros (e seu sistema foi fabricado há mais de dois anos), você pode precisar criar uma partição /boot/ se deseja que a partição / (raiz) use todo o espaço restante do seu disco rígido.

    Nota

    Se você tem uma placa RAID, esteja ciente de que alguns BIOSes não suportam a inicialização a partir da placa RAID. Em casos como este, a partição /boot/ deve ser criada em uma partição fora do conjunto RAID, como em um dispositivo separado, por exemplo.
  • Uma partição root (3.0 GB - 5.0 GB)

    Aqui localiza-se "/" (o diretório root). Nesta configuração, todos os arquivos (exceto aqueles armazenados em /boot) estão na partição root.

    Uma partição de 3.0 GB permite que você faça uma instalação mínima, enquanto uma partição root de 5.0 GB permite uma instalação completa, selecionando todos os grupos de pacotes.

    Importante

    A partição / (ou root) é o topo da estrutura do diretório. O diretório /root o diretório /root (as vezes pronunciado como "barra-root") é o diretório home da conta de usuário para administração de sistemas.
  • Uma partição home (com um mínimo de 100 MB)

    Para armazenar dados de usuário separadamente dos dados de sistema, crie uma partição dedicada dentro do grupo de volume para o diretório /home. Isto possibilitará que você atualize ou reinstale o Red Hat Enterprise Linux sem apagar arquivos de dados de usuário.

Muitos sistemas possuem mais partições do que o mínimo listado acima. Escolha partições baseadas em suas necessidades particulares de sistema. Consulte o Seção 9.15.5.1.1, “Adicionando Partições ” para mais informações.
Se você criar muitas partições, ao invés de uma partição grande / atualizações se tornam mais fáceis. Consulte a descrição da opção Editar em Seção 9.15, “Criando um Layout Padronizado ou Modificando o Layout Padrão” para obter mais informações.
A tabela a seguir sumariza tamanhos de partição mínimos para partições que contenham os diretórios listados. Você não precisa fazer uma partição separada para cada um destes diretórios. Por exemplo, se a partição que contém /foo precisa ter ao menos 500 MB, e você não fizer uma partição /foo separada, então a partição (root) / precisa conter ao menos 500 MB.

Tabela 9.3. Tamanho mínimo de partição

Diretório Tamanho Mínimo
/ 250 MB
/usr 250 MB, mas evita colocar esta em uma partição separada
/tmp 50 MB
/var 384 MB
/home 100 MB
/boot 250 MB

Nota

Somente atribui capacidade de armazenamento à estas partições que você precisa imediatamente. Você pode alocar espaço livre a qualquer momento, para atender às necessidades a medida que ocorrem. Para aprender mais sobre método flexível para gerenciamento de armazenamento, consulte Apêndice D, Entender o LVM.
Se você não tiver certeza da melhor maneira de configurar partições para seu computador, aceite o layout de partição padrão.
9.15.5.1.1. Adicionando Partições
Configuração otimizada de partição depende do uso do sistema Linux em questão. As seguintes dicas podem ajudá-lo a decidir como alocar seu espaço de disco.
  • Considere a possibilidade de criptografar qualquer partição que possa conter dados sensitivos. As criptografias evitam pessoas desautorizadas a acessar os dados nas partições, até mesmo se eles acessam o dispositivo de armazenamento físico. Na maioria dos casos, você deve ao menos criptografar a partição /home.
  • Cada kernel instalado em seu sistema requer aproximadamente 10 MB na partição /boot. A não ser que você planeje instalar diversos kernels, o tamanho da partição padrão de 250 MB para/boot deve ser o suficiente.

    Importante

    O carregador de inicialização GRUB no Red Hat Enterprise Linux 6 suportam somente os sistemas de arquivos ext2, ext3 e ext4 (recomendado). Você não pode usar qualquer outro sistema de arquivo para o /boot, como o Btrfs, XFS ou VFAT.
  • O diretório /var possui o conteúdo para diversos aplicativos, incluindo o servidor da web Apache . Ele também é usado para armazenar pacotes de atualização baixados temporariamente. Assegure-se de que a partição que contém o diretório /var possui espaço suficiente para baixar atualizações pendentes e manter seu outro conteúdo.

    Atenção

    Downloads de software de atualizações do PackageKit atualizadas para o pacote /var/cache/yum/ por padrão. Se você particionar o sistema manualmente, e criar uma partição /var/ separada, tenha a certeza de criar uma partição grande o suficiente (3.0 GB ou mais) para baixar atualizações de pacotes.
  • O diretório /usr contém a maioria dos softwares em um sistema Red Hat Enterprise Linux. Para uma instalação do conjunto padrão do software, aloque ao menos 4 GB de espaço. Se você for um desenvolvedor de software ou planeja usar seu sistema Red Hat Enterprise Linux para aprender as habilidades de desenvolvimento do software, você pode querer ao menos duplicar esta alocação.

    Importante

    Se o /usr não estiver em um sistema de arquivo separado de /, o processo de inicialização se tornará mais complexo porque /usr contém componentes críticos ao boot. Em alguns sistemas (por exemplo, aqueles com armazenamento iSCSI) o processo de inicialização não acontecerá.
  • Considere a possibilidade de deixar uma porção de espaço em um grupo de volume do LVM desalocada, Este espaço lhe dará a flexibilidade se seus requerimentos de espaço mudarem mas você não desejar remover dados de outras partições para realocar armazenamento.
  • Se você separar subdiretórios em partições, você pode rter conteúdo naqueles subdiretórios se você decidir instalar uma nova versão do Red Hat Enterprise Linux sob seu sistema atual. Por exemplo, se você pretende rodar um banco de dados MySQL no /var/lib/mysql, crie partições separadas para aquele diretório no caso de você precisar reinstalar mais tarde.
A tabela a seguir é uma configuração de partição possível para um sistema com um único, novo 80 GB disco rígido e 1 GB de RAM. Observe que aproximadamente 10 GB de grupo de volume está desalocado para permitir crescimento futuro.

Nota

Esta configuração não é o ideal para todos os casos de uso.

Exemplo 9.1. Exemplo de configuração de partição

Tabela 9.4. Exemplo de configuração de partição

Partição Tamanho e TIpo
/boot partição 250 MB ext3
swap 2 GB swap
LVM physical volume Espaço restante, como um grupo de volumes LVM
O volume físico é atribuído ao grupo de volume padrão e dividido nos seguintes volumes lógicos:

Tabela 9.5. Exemplo de configuração de partição: volume físico de LVM

Partição Tamanho e TIpo
/ 13 GB ext4
/var 4 GB ext4
/home 50 GB ext4