2.2. Nomes Consistentes do Dispositivo de Multipath em um Cluster

Quando uma opção de configuração do user_friendly_names é ajustada para yes, o nome do dispositivo do multipath é único para um nó, mas não é garantido que seja o mesmo em todos os nós, usando o dispositivo de multipath. Da mesma forma, se você ajustar a opção alias para um dispositivo na seção multipaths do arquivo de configuração do multipath.conf, o nome não é consistente automaticamente em todos os nós no cluster. Isto não deve causar qualquer problema se você usar o LVM para dispositivos lógicos do dispositivo do multipath, mas se você precisar que seus nomes de dispositivo de multipath sejam consistentes em todos os nós de um cluster, recomenda-se que você não defina a opção user_friendly_names para yes e que você não configure o aliás para os dispositivos. Por padrão, se você não definir o user_friendly_names para yes ou configurar um aliás para um dispositivo, um nome de dispositivo será o WWID para o dispositivo, o qual é sempre o mesmo.
Se você quiser que os nomes user-friendly, definidos pelo sistema, sejam consistentes em todos os nós no cluster, no entanto, você pode seguir este procedimento:
  1. Configure todos os dispositivos multipath em uma máquina.
  2. Desabilite todos os seus dispositivos multipath em suas outras máquinas executando os seguintes comandos:
    # interromper o serviço multipathd
    # multipath -F
  3. Copie o arquivo /etc/multipath/bindings da primeira máquina para todas as outras máquinas no cluster.
  4. Habilite novamente o daemon do multipathd em todas as máquinas no cluster executando o seguinte comando:
    # inicia o serviço mutipathd
Se você adicionar um novo dispositivo, você precisará repetir este processo.
Da mesma forma, se você configurar um alias para um dispositivo que você deseja que seja consistente em todos os nós no cluster, você deve se certificar que o arquivo /etc/multipath.conf é o mesmo para cada nó no cluster, seguindo o mesmo procedimento:
  1. Configure o alias para os dispositivos multipath no arquivo multipath.conf em uma máquina.
  2. Desabilite todos os seus dispositivos multipath em suas outras máquinas executando os seguintes comandos:
    # interromper o serviço multipathd
    # multipath -F
  3. Copie o arquivo /etc/multipath.conf da primeira máquina para todas as outras máquinas no cluster.
  4. Habilite novamente o daemon do multipathd em todas as máquinas no cluster executando o seguinte comando:
    # inicia o serviço mutipathd
Quando você adicionar um novo dispositivo você precisará repetir este processo.