Red Hat Training

A Red Hat training course is available for Red Hat Enterprise Linux

Capítulo 9. Kernel

O tamanho do arquivo /proc/pid/cmdline agora é ilimitado

O limite do tamanho do arquivo /proc/pid/cmdline para o comando ps era, anteriormente, codificado no kernel para 4096 caracteres. Esta atualização garante que o tamanho do /proc/pid/cmdline seja ilimitado, o que é útil principalmente para os processos de listagem com longos argumentos de linha de comando.

Suporte a LSO e LRO

Esta atualização adiciona suporte a LSO (Large Send Offload) e LRO (Large Receive Offload) para o driver PowerVM virtual Ethernet (ibmveth). O aprimoramento permite que você habilite LRO no SEA (Shared Ethernet Adapter) em uma combinação de AIX e CEC (Linux Central Electronics Complex), permitindo um melhor desempenho do sistema de rede e uma melhor operabilidade com o AIX em um ambiente do adaptador ethernet compartilhado.

rebase do ipr para a versão 2.6.3

O driver ipr recebeu um upgrade para a versão upstream 2.6.3, a qual fornece vários aprimoramentos e correções de erros em relação à versão anterior. Ou seja, a atualização habilita novos adaptadores SAS VRAID nos IBM Power Systems e inclui melhorias de desempenho. Como resultado, a atualização melhora o desempenho do disco e fornece suporte para adaptadores recentes nos IBM Power Systems.

rebase do ixgbe para a versão 4.2.1

O driver NIC ixgbe recebeu upgrade para a versão upstream 4.2.1, a qual fornece vários aprimoramentos e correções de erros em relação à versão anterior. Em especial:
  • As falhas de ponteiro nulo relacionadas ao suporte a VLANs foram corrigidas.
  • Dois novos dispositivos da família de controladores Intel Ethernet X550 agora possuem suporte: IDs 15AC e 15AD foram adicionados.
  • Vários problemas relacionados ao PHY foram tratados: interrupções de links e oscilação de links.
  • Suporte relacionado ao PHY foi adicionado para o Intel X550.
  • Melhor desempenho.

As informações da cache L2 são coletadas usando a instrução CPUID

Com esta atualização, as informações da cache de nível 2 (L2) do processador, como a cache base ou o número de folhas da cache, são coletadas usando a instrução CPUID.

rebase do bnx2 para a versão 2.2.6

O driver NIC bnx2 recebeu upgrade para a versão upstream 2.2.6, a qual fornece vários aprimoramentos e correções de erros em relação à versão anterior. Em especial:
  • A alocação da largura de banda para alguns modos MF foi corrigida.
  • A alternância do rxvlan agora pode ser desabilitada.
  • Um erro de inicialização de chip foi corrigido.
  • O uso inconsistente dos tamanhos das páginas foi corrigido.

rebase do e-100 para a versão 3.5.24-k2-NAPI

O driver NIC e100 recebeu upgrade para a versão upstream 3.5.24-k2-NAPI, a qual fornece várias correções de erros em relação à versão anterior. Esta atualização acrescenta, em especial, a verificação de erros no mapeamento DMA para evitar o vazamento de recursos e corrige possíveis desreferências de ponteiros nulos durante a inicialização.

rebase do e1000e para a versão 3.2.6-k

O driver e1000e recebeu upgrade para a versão upstream 3.2.6-k, a qual fornece várias correções de erros em relação à versão anterior. A nova versão evita, em especial, a corrupção de dados e habilita tanto o modo EEE in Sx quanto ULP.

Suporte ao Dispositivo Tablet Intuos PT Wacom

Com este lançamento, vários Tablets Intuos PT Wacom passam a obter suporte no Red Hat Enterprise Linux 6.8. Os novos dispositivos com suporte incluem:
  • PTH-650 Intuos5 touch (M)
  • CTH-480 Intuos Pen & Touch (S)
  • PTH-651 Intuos pro (M)

MLDv1 e MLDv2 snooping adicionado ao módulo ponte (bridge)

Com esta atualização, o módulo ponte adiciona suporte ao multicast IPv6, implementando MLDv1 e MLDv2 snooping. Agora, as messagens do multicast IPv6 são enviadas somente para as portas com recebedores multicast subscritos.

Atualizações da Lista de Permissões KABI

No Red Hat Enterprise Linux 6.8, os drivers hpvsa e hpdsa continuam a funcionar após as atualizações do kernel dentro do lançamento de distribuições, já que foram adicionados às listas de permissões Kernel ABI. Além disto, para habilitar o carregamento do módulo fnic, múltiplos símbolos dos módulos libfc e libfcoe foram adicionados também à lista de permissões KABI.

perf foi atualizado

perf foi atualizado para fornecer suporte a uma variedade maior de hardware e incorporar inúmeras correções de erros. Os principais aprimoramentos incluem:
  • Adição de suporte para os números de modelos adicionais dos processadores Intel Core i7 5th Generation.
  • Adição de suporte para os processadores desktop e Intel Xeon v5 mobile.
  • Suporte habilitado para o subsistema uncore para os processadores Intel Xeon v3 e v4.
  • Suporte habilitado para o subsistema uncore para o processador Intel Xeon D-1500.

Suporte EDAC para Intel Xeon v4

O kernel foi atualizado para incorporar um novo código que adiciona suporte EDAC (Detecção de Erros e Correção) aos controladores de memória Xeon v4 da Intel.

Aprimoramentos no desempenho do despejo de memória

O tempo gasto para completar um despejo de memória em sistemas com grande quantidade de memória foi reduzido no kexec-tools e makedumpfile, ao usar mmap() para remover páginas vazias e desnecessárias.

Suporte de Árvore de Intervalo para os processadores Intel Xeon core v3 e v4 com Gen graphics

Para habilitar o acesso à funcionalidade GPU de alguns processadores Intel sem a necessidade de recompilar um kernel personalizado, o suporte de Árvore de Intervalo foi adicionado.

Atualização do microcódigo da CPU para processadores Intel

O kernel foi atualizado para conter as últimas definições de microcódigo para todos os processadores Intel. Esta é a atualização mais recente da Intel até o momento desta publicação e a versão designada é 20151106.

Suporte mínimo para os pontos de extremidade secundários com nf_conntrack_proto_sctp

O suporte básico de hospedagem múltipla (multihoming) foi adicionado ao Protocolo SCTP (Stream Control Transmission Protocol), permitindo que o tráfego entre os pontos de extremidade secundários passe por onde ele seria provavelmente classificado como inválido e bloqueado pelas configurações mais comuns do firewall.

O agendador sch_qfq fornece suporte agora ao QFQ+

O agendador sch_qfq fornece suporte agora ao algorítmo Quick Fair Queuing Plus (QFQ+), o qual melhora a eficácia e precisão do agendador. Ao mesmo tempo, várias correções de erros foram aplicadas também para melhorar ainda mais o comportamento do sch_qfq sob certas condições.

O rastreamento e a captura de estatísticas de E/S para a unidade de fita (tape driver) está disponível

Agora é possível rastrear e capturar as estatísticas de desempenho de E/S e medir o desempenho da unidade de fita. O usuário pode usar as estatísticas expostas na árvore /sys/class/scsi_tape/ com ferramentas personalizadas ou fazer o upgrade dos pacotes sysstat para suas versões mais recentes e usar o utilitário tapestat.

Mesclagem do mpt2sas e mpt3sas

Os códigos fontes dos drivers mpt2sas e mpt3sas foram mesclados. Ao contrário do upstream, o Red Hat Enterprise Linux 6 mantém dois drivers binários por motivos de compatibilidade.

Novo pacote: WALinuxAgent

A versão 2.0.16 do Microsoft Azure Linux Agent (WALA) foi incluída no canal Extras. Este agente fornece suporte ao provisionamento e à execução das Máquinas Virtuais Linux no Windows Azure cloud e deve ser instalado nas imagens Linux compiladas para executar no ambiente Windows Azure.

Despejo de memória assistido por firmware

O Red Hat Enterprise Linux 6.8 introduz suporte para o despejo assistido por firmware (fadump), fornecendo um mecanismo de despejo alternativo ao kdump. O fadump possui suporte apenas na arquitetura powerpc. O objetivo do fadump é habilitar o despejo de um sistema travado, e fazer isto de um sistema totalmente reconfigurado, e minimizar o tempo total decorrido até que o sistema volte a funcionar em uso de produção. O fadump fica integrado com a infraestrutura kdump presente no espaço do usuário para facilitar a troca entre os mecanismos kdump e fadump.

Configurando um rótulo de contexto SELinux para um dispositivo de blocos

Para rotular os nós de dispositivos, mais comumente discos, como usado por certos aplicativos, esta atualização passa a fornecer a possibilidade de aplicar os rótulos SELinux nos nós de dispositivos criados por udev. O administrador do sistema pode definir uma nova opção para rotular um nó de dispositivo recém-criado, como a seguir:
SECLABEL{selinux}="label"

Novos pacotes: libevdev

Os pacotes libevdev foram adicionados ao Red Hat Enterprise Linux 6.8. Esses pacotes contêm uma biblioteca para encobrir os dispositivos evdev do kernel e fornecer uma API adequada para interagir com esses dipositivos.

Atualização do driver lpfc

Com a última atualização, LPE31000, LPE32000 HBAs e todas as variações HBA desta arquitetura detectam e habilitam agora a ótica QSFP e Broadcom-ECD certified SFP. Para o firmware rev 11.0.204.0 e os mais recentes, as óticas não qualificadas estão desabilitadas, o link de rede mostra o estado link inoperante, e uma mensagem de erro é registrada no arquivo de log.
O driver lpfc no Red Hat Enterprise Linux 6.8 exibe a seguinte mensagem e o link de rede não aparece:
3176 Misconfigured Physical Port - Port Name [wwpn] Unknown event status [status]
Recomenda-se que os usuários utilizem somente a ótica QSFP e Broadcom-ECD certified SFP. Caso uma das 3176 mensagens apareça nos logs, mas o link não, entre em contato com o suporte técnico do Broadcom-ECD.