3.9. Gerenciamento de Energia de Gráficos Aprimorado

Red Hat Enterprise Linux 6 economiza energia em gráficos e exibe dispositivos eliminando diversas fontes de consumo desnecessário.
LVDS reclocking
Sinalização de diferencial de baixa voltagem (LVDS) é um sistema para carregar sinais eletrônicos sob fio de cobre. Um aplicativo bastante importante do sistema é transmitir informações de pixel para telas de exibição de cristal líquido (LCD) em computadores notebook. Todas as exibições possuem uma taxa de atualização - a taxa na qual eles recebem dados novos de controlador de gráfico e redefine a imagem na tela. Geralmente, a tela recebe dados novos sessenta vezes por segundo (uma frequência de 60 Hz). Quando uma tela e controlador de gráfico são ligados por LVDS, o sistema de LVDS usa a energia em todos os ciclos de atualização. Quando estiver ocioso, a taxa de atualização de muitas telas de LCD podem cair para 30 Hz sem qualquer efeito notável (diferente de monitores tubo de raio catodo (CRT), onde uma diminuição da taxa de atualização produz um estado característico). O driver para adaptadores de gráficos Intel embutidos no kernel usados em Red Hat Enterprise Linux 6 realiza este downclocking automaticamente, e economiza por volta de 0.5 W quando a tela está em ociosa.
Habilitando a auto atualização de memória
Memória de acesso aleatório de dinâmica síncrona (SDRAM) - como usado para memória de vídeo em adaptadores de gráficos, é recarregado mil vezes por segundo para que as celulas de memória individuais retenham os dados que estão armazenados neles. Fora a função principal de gerenciamento de dados como ele flui para dentro e para fora da memória, o controlador de memória é geralmente responsável por iniciar estes ciclos de atualização. No entanto, SDRAM também possui uma baixa energia de modo auto atualização. Neste modo, a memória usa um timer interno para gerar seus próprios ciclos de atualização, o qual permite que o sistema feche o controlador de memória sem colocar os dados em risco, atualmente mantidos na memória. O kernel usado no Red Hat Enterprise Linux 6 pode disparar a atualização automática de memória nos adaptadores de gráficos da Intel quando estiverem em ociosos, o qual economizará por volta de 0.8 W.
Redução de GPU clock
As Unidades de processamento gráfico típica ou GPUs, contém relógios internos que governam diversas partes de seu circuito interno. O kernel usado no Red Hat Enterprise Linux 6 pode reduzir a frequência de alguns dos relógios internos na Intel e ATI GPUs. Reduzir o número de ciclos que os componentes GPU realizam em um dado momento, economiza a energia que eles teria consumido nos ciclos que eles não tiveram que funcionar. O kernel automaticamente reduz a velocidade destes relógios quando o GPU estiver ocioso, e aumenta quando a atividade do GPU aumentar. Reduzir os ciclos de relógio do GPU pode economizar até 5 W.
Baixa de energia do GPU
Os gráficos da Intel e ATI no Red Hat Enterprise Linux 6 podem detectar quando não houver monitor anexado à um adaptador e portanto fechar o GPU completamente. Este recurso é importante especialmente para servidores que não possuem monitores anexados à eles regularmente.